Acampamento comemorativo do 76º aniversário do CCL Imprimir e-mail

mochila_tenda_viola.jpg 
Acampamento comemorativo do 76º aniversário do CCL
 
Parque de campismo de CCL Campo Maior - 5, 6 e 7 de maio de 2017
 
O Acampamento comemorativo do 76º aniversário do Clube de Campismo de Lisboa, realizado entre os dias 5 e 7 de maio no nosso parque de Campo Maior teve um sabor especial. Já fora das pressões dos brilharetes dos diamantes, mas com a responsabilidade a fazer de sombra, a mais importante atividade desportiva do CCL em 2017 teve um sabor doce.
 
Apesar de já estar inscrito nos galhardetes do CCL há seis anos, alguns onde me incluo não conheciam o pequeno, caloroso e simpático parque de campismo de Campo Maior. De entre várias características destaco o pôr-do-sol empoleirado na albufeira da barragem do Caia. Uma visão de deixar para trás as fotos prensadas do google que vendem muito bem e publicitam magníficos paraísos por esse mundo. 
 
O cortar da fita na cerimónia de abertura do acampamento teve de tudo o que é habitual e de tudo o que não é costume. Fora do habitual houve comendadores, empresários, empreendedores, “semeadores” e “homens do povo”. A ser mais raro ainda, todos eles compactados numa só pessoa. Parece muito! E é, mas é também simplesmente um “Senhor de Portugal”, Rui Nabeiro. Estas citações podiam ser minhas, mas é apenas o resumo de tantas saudações que todos fizeram a este Homem que com tanto para gerir, estava perante nós com toda a calma a dispensar todo o seu tempo e atenção às gentes da natureza e do campismo. Obrigado àquele que tem feito o seu “caravanismo a apoiar as pessoas”.
 
Noutras andanças, fui gozando e aproveitando, durante o encontro, um espirito de amizade fantástico no seio da rede colaborativa. Ao longo dos anos, tem-se enraizado um grupo de companheiros provenientes de todos os parques que, cada um com a sua tarefa, fazem “o” conjunto. É aquela equipa! Aquelas pessoas! Ali se viu que o CCL não é só parques nem tão pouco só acampamentos desportivos. É toda esta mistura. É o juntar toda a gente naquele cume e já “sob a folhagem” o “até à vista”. Obrigado ao CCL por ser ele também “semeador”.
 
Texto:
João Valente
Sócio Nº 71.643